Top

Verificar as pulsações

verificar batimentos - Verificar as pulsações

Verificar as pulsações

A maneira mais simples de verificar o presente estado de preparação é tomar  o pulso. Ao fazê-lo, o que sente e o fluxo sanguíneo a viajar por uma das artérias que leva o sangue do coração. O que pretende a uma «pulsação calma»; portanto, faça este gesto de manhã, antes de elas terem tido tempo de aumentar, por exemplo, por influência de esforço físico ou mental, tensão ou estimulantes como o álcool, a nicotina, o café ou o chá. Conte o número de batidas por minuto: as medias variam bastante, mas, em geral,
nos homens situam-se entre as 70 e 85 por minuto; o pulso de uma mulher tende a bater ligeiramente mais depressa: 75 a 90. Qualquer que seja o seu sexo, se o seu pulso está acima das 100 batidas quando está sentado, deitado ou de pé, existe motivo para alarme. Se ronda as 90, está bastante mal preparado e o seu coração tem de trabalhar mais para dar resposta à procura.

De um modo geral, quanto mais vagaroso for o pulso melhor. Ele constitui um sensível barómetro da capacidade e quando esta aumenta, o pulso abranda, tornando-se mais forte e regular, indicando que o coração se está a tornar mais eficaz e que está a desenvolver uma reserva de energia. Qualquer que seja a sua idade, se a média das suas pulsações, quando em repouso, for muito elevada ou se tiver quaisquer dúvidas quanto ao estado do coração e pulmões, deve fazer um exame pessoal, recorrendo a um especialista qualificado.

Para tomar o pulso, use um relógio com conta-segundos. Mantenha-o na mão esquerda com a palma para cima e agarre o pulso com a direita. Com o indicador e o médio da mão direita, sinta o pulso sob o polegar. Ou faça-o no pescoço: coloque dois dedos de um dos lados da maçã-de-adão. Conte o número de batidas por minuto: para maior facilidade, conte durante dez segundos e multiplique por seis. Obtém assim a sua média de pulsações.

No Comments

Post a Comment