Top

Tomar decisões

images 52 - Tomar decisões

Tomar decisões

Embora não haja processo de antecipar todas as possibilidades, o planeamento básico é uma primeira boa medida para se tomarem decisões seguras e reduzir, portanto, o stress frequentemente inerente a esse processo. Comece por anotar a natureza do problema e definir as alternativas existentes. Não esqueça uma opção importante que e muitas vezes subestimada: a decisão positiva de não fazer nada. Habitualmente, o número de opções é limitado; portanto, anote as conveniências e inconveniências de cada uma. Ter cm mente uma consequência final também facilita; assim, aponte-a igualmente. Muitas decisões baseiam-se num pensamento linear: começar numa ponta e trabalhar para o objectivo situado na outra. Essa é, muitas vezes, a melhor maneira de resolver os problemas do dia-a-dia. Mas se depois de definir o seu problema e todas as opções razoáveis, continua sem solução, pense um pouco mais e procure soluções não habituais.
Acabará provavelmente por descobrir que tem de fazer um compromisso visto que raramente se encontra uma resposta ideal quando a decisão é das que criam ansiedade.
Veja por exemplo, o caso da viúva que vive sozinha e não está em condições de poder fazer a sua vida. Tem dois filhos casados que vivem em locais diferentes. Ambos querem que ela vá viver com eles ou perto deles.
Ela pensa que se escolher um. o outro sentir-se-á menosprezado. O que há-de fazer? Pode ficar onde está ou ir ter com um dos filhos. Neste caso, as soluções de compromisso seriam ou passar ora um tempo com um ora com o outro, ou arranjar alguém que compartilhe a casa com ela. Não há solução ideal, especialmente se ela não tiver a certeza que os filhos, de facto, a querem na companhia deles, mas é essencial tomar uma decisão, que deverá ser a mais desejável ou, pelo menos, a menos indesejável. É a indecisão inicial que cria o stress: uma vez tomada a decisão, o stress diminui bastante. É também importante encarar-se de modo positivo a decisão que se
tomou, mantendo a ideia que há sempre possibilidade de mudar se, seja por que razão for, a opção não deu o resultado que se esperava.

No Comments

Post a Comment