Top

O relógio da digestão

relogio2 - O relógio da digestão

O relógio da digestão

Ao longo de Ioda a sua evolução, o homem um animal fisicamente fraco e pequeno tem sido um «necróforo». Aprendeu a sobreviver praticamente com todos os alimentos a que conseguiu deitar a mão: carne que sobrava dos festins dos predadores, nozes, bagas e sementes. Por isso é pouco provável que nos primeiros dias da sua evolução tenha feito refeições regulares. Com o desenvolvimento da civilização estabeleceu-se um sistema de alturas regulares para fazer refeições, em pane porque são ocasiões importantes em que as famílias se reúnem e porque a vida de trabalho tem de ser regulada por um determinado padrão. As refeições regulares são importantes por razões sociais, mas não uma necessidade biológica.

Não existe um motivo nutricional para que não se ingira todo o alimento de cada dia numa só refeição, ou para que o dividamos por diversas refeições pequenas desde que o hábito alimentar escolhido não nos faça sentir fome ao ponto de ficarmos entontecidos. Importante é a quantidade total e a qualidade dos alimentos ingeridos num determinado período. No que se refere à digestão, não interessa que se coma frequentemente ou não desde que os nossos hábitos sigam o padrão a que o nosso corpo se habituou. Saltar uma refeição ou ser forçado a comer quando não se quer são coisas que nos fazem sentir mal. As possíveis excepções são as crianças e as pessoas que fazem trabalhos pesados e perigosos. Estas últimas podem perder a concentração e causar um acidente se passarem muito tempo sem se alimentar. A criança cuja última refeição é às seis da tarde, beneficia em tomar qualquer alimento antes da hora do almoço do dia seguinte. A fome pode torná-la irritável ou fazê-la perder a concentração.

Quando come pode ter uma grande importância em relação ao que come. Há diferentes tipos de comida apropriada para diferentes refeições. Por isso, comer numa determinada altura e não noutra pode representar uma subtil e significativa diferença na sua alimentação. Se preferir uma refeição ligeira em vez da refeição do meio-dia estará inadvertidamente a acrescentar gorduras e açúcar à sua alimentação, se essa refeição ligeira incluir um pacote de batas fritas e um donut com geleia. É importante pensar se é pessoa de refeições regulares, ou um misto das duas coisas, e planear uma alimentação que, no conjunto, tenha muitos amidos e fibras mas contenha menos gordura e açúcar.

 

No Comments

Post a Comment