Top

Cancro do pulmão

cigarro - Cancro do pulmão

Cancro do pulmão

Investigações realizadas em numerosos hospitais e clínicas de todo o mundo revelam que o aumento do cancro do pulmão é directamente proporcional ao uso do tabaco; a inalação de fumo de tabaco está associada ao cancro da traqueia e do pulmão; quanto mais rápido for o consumo de um cigarro maior quantidade de benzopirína é produzida. A benzopirina está presente no fumo de todo o tabaco existe no alcatrão e é tóxica. Cobre a superfície mucosa do aparelho respiratório desde o nariz aos pulmões e inibe o reflexo da tosse. A pessoa tosse como reccão ao fumo quente que inspira. De manhã, antes do primeiro cigarro, o reflexo funciona outra vez e a tosse seca e o cuspir característico do fumador mantém-se até o primeiro cigarro eliminar o reflexo da tosse.

Noventa e cinco por cento dos cancerosos do pulmão são fumadores e 70% fumam mais de 20 cigarros por dia A probabilidade de contrair cancro do pulmão aumenta dramaticamente à medida que se acelera o ritmo de fumar. A incidência nos não fumadores não chega a 1 para 220. Nos fumadores, o índice sobe de 1 para 8. A incidência do período em que se é uniador, ou seja desde que se começa até que se deixa de fumar, também tem grande influência no risco.

No Comments

Post a Comment